Você está no e-book colaboração

Reunião de pessoas, empresas e organizações em torno da cultura livre, da ética hacker e das novas estéticas que o digital possibilita

A Casa da Cultura Digital são uma lista movimentada de e-mails e quatro casas de uma vila operária italiana construída no início do século 20, na Barra Funda, em São Paulo, um espaço de trabalho por onde circulam cerca de 50 pessoas sob a motivação de compartilhar ideias, projetos, trocar experiências e criar coisas. O princípio da CCD é tentar encontrar meios de entender e praticar novos pensamentos e relações entre pessoas pós-revolução digital contemporânea. Em três anos, a Casa já realizou projetos de naturezas tão multidisciplinares quanto seus integrantes, embora todos circulem em torno dos conceitos de comunicação e cultura livre, hackerismo, articulação em rede e interesse público.

Cada um dos utópicos que estão por ali tem uma explicação para a pergunta “o que é a CCD?”. Cada um que escuta certamente entende de um jeito diferente.

Daria pra dizer que são cerca de 15 organizações ligadas de alguma forma à cultura digital que resolveram se juntar num mesmo espaço físico para trabalhar melhor – o que chamam de cluster por aí. Mas que abriga e gosta de muitos eventos.

Dentre os perceiros, vale destacar: Governo do Estado de SP, Ministério da Ciência e Tecnologia, Ministério da Cultura, Ford Foundation, Mozilla Foundation, Petrobras, Itau, CPFL Energia. A partir de 2011, muitos dos projtos obtiveram financiamento coletivo, via crowdfunding, e conseguiram inaugurar outras possibilidade de sustentabilidade num ambiente de inovação, vivência e sentido.

  • Nome (Obrigatório)

  • E-mail (Não será publicado)

  • Url (Opcional)

  • Comentário (Obrigatório)