Você está no e-book jornalismo digital

Uma série de dossiês sobre boas práticas em cidades do mundo, financiado pelas pessoas

O Cidades para Pessoas é um projeto jornalístico que tem como objetivo investigar, pelo mundo, boas práticas e boas ideias que tenham melhorado as cidades para seus moradores. Nesse sentido, pretende encontrar solução possíveis, já testadas em outros lugares, para os problemas mais comuns dos centros urbanos brasileiros: crescimento desordenado; má gestão de lixo; urbanização dos rios; dificuldades de mobilidade; impermeabilização do solo; poluição do ar, sonora e visual; ilhas de calor etc.

Até o momento, o Cidades para Pessoas já visitou sete cidades na Europa – Amsterdam, Copenhague, Friburgo, Londres, Lyon, Paris e Estrasburgo, além de ter feito um piloto em Curitiba, no Brasil.

A segunda fase da viagem, pela América do Norte, deve ocorrer em setembro de 2012 e a terceira fase, pela Ásia, Africa e Oceania, em 2013.

Foi o primeiro projeto jornalístico brasileiro financiado por crowdfunding, em março de 2011. Sua idealizadora, a jornalista Natália Garcia, é uma cicloativista importante em São Paulo e já tinha participado da grande reportagem !sso Não É Normal, sobre os problemas da metrópole.

O projeto foi inspirado nas ideias do arquiteto e urbanista dinamarquês Jan Gehl. Ele e os arquitetos Lars Gemzøe, Sia Karnaes e Britt Sternhagen Sóndergaard estabeleceram uma tabela com 12 critérios, que, se cumpridos, fazem uma cidade ou um bairro ser planejado para as pessoas, não para carros, prédios ou o que quer que seja. O Cidades Para Pessoas começa a divulgar essas ideias no Brasil em 2012 – entre outros lugares, com uma exposição na Matilha Cultural.

 

  • Nome (Obrigatório)

  • E-mail (Não será publicado)

  • Url (Opcional)

  • Comentário (Obrigatório)