Você está no e-book colaboração

Começou na música, através das colagens do reggae e do dub. Hoje é palavra onipresente no novo vocabulário mundial da cultura digital.

Ao pé da letra, remix é uma versão alternativa de uma música já gravada. Foi assim que, nos idos da década de 1960 e 1970, músicos jamaicanos, como  Lee “Scratch” Perry, e o nascente movimento hip-hop nos Estados Unidos foi chamando suas “versões” de músicas já existentes.

O desenvolvimento da música eletrônica ainda nos 1970, da disco music e, posteriormente, a popularização da informática e dos computadores nos 1980, popularizaram o remix a níveis interplanetários.

De tão popular, ele extrapolou o mundo da música e passou a designar todo tipo de criação nova baseada em outras – seja ela literatura, cinema, artes visuais, etc.

Como praticamente tudo criado tem referência em outra criação, imagina-se o quão amplo é o conceito de remix hoje.

Tudo é remix

Obra referencial para entender o que é remix é o livro de mesmo nome de Lawrence Lessig, criador e principal representante das licenças Creative Commons. O livro está disponível aqui (em inglês).

De 2010 a 2012, o documentarista Kirby Ferguson criou uma série de 4 vídeos chamada ““Everything is a remix“, que, ademais de explicar o que é remix, fala de sua propagação na cultura mundial hoje. Assista as 4 partes:

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Parte 4

  • Look there for more:

    […]Check out AXA – one of the best Bosnian rock bands from the late 90’s – early 00’s. The band was later renamed to INGRAY, moved to the US and recorded some great albums for different labels. It’s founder, popular visual artist, Haris Cizmic (ha…

  • Nome (Obrigatório)

  • E-mail (Não será publicado)

  • Url (Opcional)

  • Comentário (Obrigatório)